Category Archive Fneas

2021 0506 Gestão de Resíduos – Porque contratar um engenheiro ambiental

https://youtu.be/ZOT8wJ6fYV0

2021 0506 Um bate papo descontraido, com as engenheiras ambientais: Carla Geanfrancisco Falasca, Lissandra Palheta Cordeiro, Mariluce Domingos e Priscila Bolchi

Elas são membros das associações de Engenharia Ambiental do Estado de São Paulo: AEABAT, AEAESP, APEA Em parceria : FNEAS e CREA-SP

Link de inscrição, para recebimento do certificado em até 30 dias: https://forms.gle/q64x37c6ZjmuiigW9

Entre em nosso canal, se inscreva, marque o sininho e seja avisado das novidades: https://www.youtube.com/channel/UCkch1mtXju9oBDEiDarHAxg

Transmissão pelo instagram: AEABAT_SP

Carla Geanfrancisco Falasca: Engenheira Ambiental com especialização em Eng. de Minas e Geominas, Tecnóloga em Gestão Ambiental, Teóloga, Técnica em Mineração e Processamento de Dados. Empresária e perita. Atuando desde 1993, com experiência na área de Mineração, Ciências Ambientais, Perícia Ambiental, informática e Teologia. Inscrita nos conselhos de classe. Atual presidente da AEABAT (Associação de Engenheiros Ambientais da Bacia do Alto Tietê), na diretoria de Meio Ambiente da ASSEAG (Associação de Engenheiros e Arquitetos de Guarulhos), Coordenadora Adjunta na Gerência de Articulação Associativista do FNEAS (Federação Nacional das Associações de Engenharia Ambiental), Secretaria na AEAESP (Associação de Engenharia Ambiental do Estado de São Paulo) e UNABAT (União das Associações da Bacia do Alto Tietê). Proprietária da Falasca Meio Ambiente e Mineração. https://www.linkedin.com/in/carla-geanfrancisco-falasca-27396017/
Lissandra Palheta Cordeiro – Engenheira Ambiental – Diretora AEAESP
Eng. Ambiental, Tecnóloga Ambiental Industrial e Técnica em Edificações, atuando há de 13 anos na área ambiental e há mais de 25 anos na construção civil. Profissional especialista com ampla atuação nas áreas de meio ambiente, sustentabilidade e gestão corporativa na indústria de eletroeletrônicos e louças cerâmicas. Gerenciamento de obras, planejamento e projetos em órgãos públicos nos segmentos da indústria e da construção civil nas áreas ambiental e de eng. civil com atuação técnica, administrativa, planejamento e controladoria. Atuando na gestão ambiental e gerenciamento do setor de meio ambiente e diretrizes a sustentabilidade. Desenvolvimento de projetos e campanhas com implantação de ações nos setores fabril e administrativo. Suporte técnico as áreas de processos, manufatura industrial, recebimento e logística. Desenvolvimento de soluções para redução de desperdícios e uso consciente de recursos naturais, matéria prima e materiais auxiliares aos processos. Domínio técnico e operacional em gerenciamento de resíduos sólidos com atendimento aos requisitos legais e jurídicos, monitoramento, controle de destinação e transporte de resíduos perigosos e não perigosos. Implantação e acompanhamento de campanhas de programa de coleta seletiva, programas ambientais de conscientização e educação ambiental e sustentabilidade. Elaboração de projetos e atendimento aos acordos setoriais de Logística Reversa na alçada Estadual e Federal e Gestão de processos de gerenciamento de remediação de áreas contaminadas. Atuante no controle de consumo de recursos naturais, campanhas e programa de coleta seletiva, programas ambientais de conscientização e educação ambiental. Membro da diretoria da AEAESP (Ass dos Eng. Ambientais do Estado de São Paulo), Associada da AEABAT ( Ass dos Eng. Ambientais da Bacia do Alto Tietê). LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/lissandra-palheta-cordeiro-984a8911b Instagran: @lissandrapalheta_enga_amb
Mariluce Domingos: Engenheira Ambiental Sanitarista – Profissional com mais de 20 anos de experiência na área de engenharia, atuando como projetista, residente em obras de saneamento, gerente de projetos e consultora ambiental. MBA em Gestão de Projetos pela UNIJORGE / Técnico em Estradas pela ETFE-BA / Graduanda Pós-Graduação “Lato Sensu” em Engenharia de Segurança do Trabalho – SENAC _SP / Com experiência em gestão de projetos e gerenciamento de obras. Atuei como projetista no mapeamento para sistema de informação georreferenciada, projeto de Rede Sistema de Esgotamento Sanitário e projeto de Adutora. Gerenciei projeto e obras de saneamento atuando no cumprimento de condicionante ambiental para recuperação de áreas degradadas. Desempenho trabalhos na área de meio ambiente como consultora para licença ambiental. Gerencio projetos na área da construção civil. Contribuir para o saneamento ambiental de mais 20 municípios brasileiros; Implementei qualidade ambiental de 4 empreendimentos, em rodovias, equipamentos urbanos e habitação;
Priscila Bolcchi – Eng Ambiental e Sanitária, Eng de Segurança do Trabalho , Mestre em Tecnologia Ambiental, MBA Gestão de Projetos , Especialização em educação ambiental, gestão ambiental e sistemas de gestão integrado e Economista. Professora universitária, Palestrante, Autora do livro: geração de energia elétrica a partir da queima do resíduo domiciliar. Atualmente como consultora ambiental. Membro da AEABAT (Associação dos Engenheiros Ambientais da Bacia do Alto Tietê), no Conselho Deliberativo, representante de Santo André.

2021 0422 Gerenciamento de Áreas contaminadas – O que de fato importa ao Engenheiro Ambiental

2021 0422 Conteúdo Técnico: Gerenciamento de Áreas contaminadas – O que de fato importa ao Engenheiro Ambiental

Palestrante: Geólogo Marcio Alberto CEO da Geo Inovações – https://geoinovacoes.com.br/

Como mediadores, membros da AEABAT: Eng. Ga Ambiental: Carla Geanfrancisco Falasca Parceria : AEABAT, AEAESP, APEA, FNEAS e CREA-SP

Link de inscrição, para recebimento do certificado: https://forms.gle/eYE29pkEnPFRyDmp8

Link de acesso ao youtube: https://www.youtube.com/watch?v=jAJHqZJg3go&list=LLkch1mtXju9oBDEiDarHAxg

MARCIO ALBERTO
Geólogo (UNESP); Mestre e Doutor em Geociências e Meio Ambiente, com ênfase em modelagem matemática (UNESP).
Atua no âmbito da Geologia Ambiental, com mais de 20 anos de experiência no gerenciamento de áreas contaminadas.
Passou por empresas como SERVMAR, FUNDUNESP, Estre Ambiental, TSL Engenharia Ambiental, ENFIL S/A Controle Ambiental e Geoambiente.
Atualmente, é Fundador e CEO da GeoInovações®️ atuando como consultor em investigação e remediação de áreas contaminadas, avaliação de riscos à saúde humana, ensaios hidrogeológicos, modelagem matemática de fluxo e transporte de contaminantes, geoestatística, elaboração de projetos de remediação, entre outras atividades no âmbito da geologia ambiental. http://linkedin.com/in/geolmarcioalberto
Mediaror: Moisés Maximino
Mediadora: Carla Geanfrancisco Falasca: Engenheira Ambiental com especialização em Eng. de Minas e Geominas, Tecnóloga em Gestão Ambiental, Teóloga, Técnica em Mineração e Processamento de Dados. Empresária e perita. Atuando desde 1993, com experiência na área de Mineração, Ciências Ambientais, Perícia Ambiental, informática e Teologia. Inscrita nos conselhos de classe. Atual presidente da AEABAT (Associação de Engenheiros Ambientais da Bacia do Alto Tietê), na diretoria de Meio Ambiente da ASSEAG (Associação de Engenheiros e Arquitetos de Guarulhos), Coordenadora Adjunta na Gerência de Articulação Associativista do FNEAS (Federação Nacional das Associações de Engenharia Ambiental), Secretaria na AEAESP (Associação de Engenharia Ambiental do Estado de São Paulo) e UNABAT (União das Associações da Bacia do Alto Tietê). Proprietária da Falasca Meio Ambiente e Mineração. https://www.linkedin.com/in/carla-geanfrancisco-falasca-27396017/

Metodologia BIM e suas aplicações na Engenharia Ambiental

Clique na imagem e seja direcionado a nossa pagina no youtube

2021 0407 – Conteúdo Técnico: Metodologia BIM e suas aplicações na Engenharia Ambiental

Palestrante: Eng. Civil Osvaldo Martins Jr.

Mediador: Eng Ambiental Joeldson do Carmo Ferreira

Parceria : AEAESP, AEABAT, APEA, FNEAS e CREA-SP

Osvaldo Martins Junior
Engenheiro civil com pós graduação em Metodologia BIM (em formação) e consultor em projetos a mais de 10 anos em empresas do Brasil, África Central e Inglaterra.
Além de palestrante do AU2012 (Autodesk University), possui várias certificações Autodesk. Diretor técnico da CSBIM, dono de 2 patentes: C3DFARM e CADINFRA e mentor da imersão “Projetos Multidisciplinares”.
Atua diretamente na equipe de Infraestrutura Urbana da S.A.|Urbanismo no desenvolvimento de projetos e na aplicação de novas tecnologias.
https://www.linkedin.com/in/osvaldo-martins-junior-b2482534/
Joeldson do Carmo Ferreira
Engenheiro Ambiental e consultor em projetos com mais de 14 nos de experiência no setor de Saneamento Ambiental.
Possui proficiência em ferramentas de geoprocessamento Softwares (S.I.G) e, C.A.D;
Atua diretamente na elaboração de projetos ambientais para fins de licenciamento ambiental de novos empreendimentos imobiliários no âmbito GRAPROHAB.
https://www.linkedin.com/in/joeldsonferreira/

LAB FNEAS #1 – Workshop Tributário para Empresas e Consultorias

Participe: https://www.youtube.com/watch?v=PHpleDGitqs&feature=youtu.be

LAB FNEAS #1 – Workshop Tributário para Empresas e Consultorias

Confira! Seja direcionado: https://www.youtube.com/watch?v=gufecrXuwik&feature=youtu.be

Bate Papo no Instagram!!!

https://www.youtube.com/watch?v=uAy7Q-ieV3g&t=149s

2020 0805 Saneamento Básico e Infraestrutura FNEAS

Clique na imagem para conferir o evento

Encontro promovido pelo @FNEAS trazendo o tema ” “Saneamento Básico e Infraestrutura” . Contou com a participação das 7 associações estaduais: São Paulo (AEAESP, APEA), Rio de Janeiro (ARJEAS), Minas Gerais (AMEA, AMEAM-NM, APEATMAPS) e Espirito Santo (APEES). . Em 2007 foi sancionada a Lei 11.445/2007, que instituiu a Política Nacional de Saneamento Básico. É o atual Marco Regulatório do Saneamento. Foi histórico por vários motivos: – Definiu que Saneamento Básico são 4 serviços: abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, manejo de águas pluviais (drenagem urbana) e coleta, tratamento de resíduos sólidos urbanos e serviços de limpeza urbana no geral. (Pouca gente sabe que saneamento é tudo isso!) – Estabeleceu alguns instrumentos importantes: o conselho de saneamento, a regulação dos serviços, os planos (municipal, estadual e nacional de saneamento), a regulação dos serviços e uma série de coisas “básicas”.